Ele dedicou a vida a construir uma máquina do tempo

Ron Mallett é físico e professor da Universidade de Connecticut e há anos busca tornar seu maior sonho realidade.

O cientista de 73 anos confessou que sua grande paixão se originou de uma tragédia pessoal.

Seu pai era um fumante inveterado e morreu de um ataque do coração, com apenas 33 anos, quando ele era apenas uma criança.

Mallett ficou devastado e se refugiou nos livros, até se deparar com “A Máquina do Tempo”, de Herbert George Wells.

O texto dizia que os cientistas sabem que o tempo é uma forma de espaço e que se pode ir para frente e para trás.

Com essa premissa, decidiu construir um equipamento para voltar ao passado e poder salvar a vida de seu pai.

A ideia pode parecer uma loucura, mas os cientistas já estão buscando respostas que algum dia poderão transformar em realidade o desejo de Mallett.