HISTORY NOW

Brasil é o quinto país mais violento para a mulher

Por aqui a agressão de mulheres é um problema sério – e está fora de controle!

Os números são assustadores. No Brasil, em média 13 mulheres são assassinadas por dia. Com uma taxa nacional de feminicídio de 4,8 por 100 mil, ocupamos uma nada honrosa posição entre os cinco países mais violentos para a mulher no mundo, ficando atrás apenas de El Salvador, Colômbia, Guatemala e Rússia (que recentemente descriminalizou a violência doméstica).

 

#HISTORYNOW: Sâmia Bomfim foi eleita vereadora de SP com uma pauta de luta pelos direitos das mulheres. 

 

Para se ter uma ideia mais concreta desta triste realidade, nosso índice é 48 vezes maior que o do Reino Unido, 24 vezes o da Irlanda e 16 vezes o do Japão. A incidência de crimes é maior entre as mulheres negras e pobres. Em uma década de análise, entre 2003 e 2013, o Mapa da Violência registrou, nesse período, que o número de homicídio de brancas caiu de 1.747 para 1.576 vítimas – uma queda de 9,8%. Já o de negras aumentou 54,2%, de 1.864 para 2.875 vítimas.

O mapa revela um cenário devastador, silencioso e mortal. Como mais da metade é agredida por parceiros ou ex-parceiros, as denúncias ainda são raras – mesmo com todas as leis de amparo à mulher, como a Maria da Penha e a do Feminicídio.

 

 

O pior é que a violência contra a mulher tem um índice altíssimo de reincidência – quase metade (49,2%) das que são atendidas na rede hospitalar voltam às salas de emergência em algum momento, pelo mesmo motivo. 

 


FONTE: Mapa da Violência
IMAGEM: Shutterstock.com