REIS E FARAÓS

Tumba de Tutancâmon é totalmente restaurada no Egito

A tumba de Tutancâmon foi encontrada no Egito em 1922 pelo arqueólogo Howard Carter. Lá dentro havia tesouros como o sarcófago contendo a múmia do faraó, sua máscara funerária, joias e esculturas. Suas paredes de três mil anos também estavam revestidas de sofisticadas gravuras e escritos. Agora, após de anos de trabalho, o local foi totalmente restaurado.

Vídeo relacionado:

Sendo um dos destinos turísticos mais populares do país, a tumba estava bastante danificada. O local recebeu reforços nas paredes e um novo sistema de ventilação, projetado para reduzir os danos causados pela poeira. O projeto foi executado por uma parceria entre o Getty Conservation Institute (GCI) e o Ministério das Antiguidades do Egito.

"A conservação e a preservação são importantes para o futuro e para que a herança desta grande civilização viva para sempre", disse Zahi Hawass, ex-ministro das Antiguidades do Egito. A tumba ficou aberta à visitação durante boa parte da reforma. O local conserva vários de seus artefatos originais, como a múmia de Tutancâmon.

O faraó Tutancâmon reinou entre 1336 a.C e 1327 a.C. Ele assumiu o trono quando tinha cerca de nove anos, por isso também ficou conhecido como o "faraó-menino". Morreu aos dezenove anos, sem herdeiros.


Fonte: Live Science

Imagem: Getty Conservation Institute (GCI)/Divulgação