Todos os horários
IDADE MÉDIA

Tesouro perdido do rei viking “Dente-Azul” é encontrado por arqueólogos amadores

O arqueólogo amador René Schön e Luca Malaschnitchenko, um menino de 13 anos, encontraram recentemente, na ilha de Rügen, na Alemanha, um tesouro que parece ter pertencido ao rei viking Haroldo I, conhecido pelo apelido de “Dente-Azul”, responsável por ter introduzido o cristianismo na Dinamarca.

Vídeo relacionado:

O tesouro consiste em centenas de peças, que incluem ferramentas, como um martelo, além de joias, como broches, pérolas e anéis. Os pesquisadores amadores encontraram parte do tesouro em janeiro passado, com a ajuda de um detector de metais, e as autoridades do local desenterraram o resto dos objetos achados na área em poucos dias. Segundo os especialistas, as peças parecem ter pertencido ao rei Haroldo I, que viveu entre os anos de 910 e 987, embora também tenham sido encontrados objetos mais antigos, como uma moeda de Damasco transformada em joia, datada do ano de 714. 

 Acredita-se que “Dente-Azul” pode ter escondido o tesouro enquanto fugia do próprio filho, que o derrotou em 986. 

Fonte: The Guardian

Imagem: Batizado de Haroldo Dente-Azul (obra do ano 960), por Anagoria, via Wikimedia Commons