pré-história

Tempestades revelam 85 pegadas de dinossauros na Inglaterra

Uma série de tempestades que atingiu a região de East Sussex, na Inglaterra, acabou revelando um tesouro arqueológico. Após a erosão causada pelas chuvas e ventos fortes, foram descobertas 85 pegadas de dinossauros. Estima-se que os animais pré-históricos tenham deixado suas marcas por lá há cerca de 100 milhões de anos.

Vídeo relacionado:

De acordo com especialistas, pegadas de ao menos sete espécies diferentes de dinossauros foram encontradas no local. Entre elas, estão herbívoros, como os iguanodontes, e carnívoros, como os terópodes. É a coleção mais detalhada do período cretáceo já encontrada na Grã-Bretanha. 

O que mais impressionou os arqueólogos foi o grau de detalhamento preservado nas pegadas. "Você consegue ver claramente a textura da pele e das escamas, bem como as marcas das garras de quatro dedos, que são muito raras", disse Anthony Shillito, doutorando na Universidade de Cambridge. A descoberta irá ajudar a entender como esses animais viviam e interagiam com o ambiente. 

Acredita-se que a área onde as pegadas foram encontradas ficava próxima a uma fonte de água durante o período cretáceo. No local também foram achados plantas e invertebrados fossilizados. Como parte de sua pesquisa, Shillito estuda se os dinossauros afetaram o curso de rios. Hoje em dia, animais grandes (como hipopótamos) podem criar pequenos canais, desviando o curso fluvial. O cientista acredita que as criaturas pré-históricas também podem ter provocado efeito parecido.


Fonte: Universidade de Cambridge

Imagem: Anthony Shillito/Universidade de Cambridge/Reprodução