tempo

Saiba por que 2015 será um ano um pouquinho mais longo

O ano atual não será igual em sua duração ao resto dos anos: será mais longo. E não se trata de uma questão de sensações ou impressões pessoais, mas de um dado objetivo. O IERS (Serviço Internacional de Sistemas de Referência e Rotação da Terra) e o ICRS (Sistema Internacional de Referência Celeste) sugeriram às instituições responsáveis pela medição e distribuição do tempo, que, durante o curso de 2015, seja adicionado mais um segundo. As autoridades temporais do mundo aceitaram a sugestão, de modo que esse segundo extra será somado ao UTC (Tempo Universal Coordenado) para preservar a escala de tempo dos relógios mais precisos – os relógios atômicos.

Isso será feito para ajustar o tempo destes relógios com base na rotação da Terra, já que, do contrário, ambas as medidas se distanciariam. Essa mudança não fará que se atrase por um longo segundo o brinde de ano novo, mas será realizada à meia-noite do dia 30 de junho para o 1° de julho. Alguns países se opuseram à medida, uma vez que poderia causar problemas nos sistemas que dependem da sincronização exata, como os informáticos e a internet – ao reprogramar os equipamentos de forma manual, deve-se incluir o fator do erro humano. Para evitar o problema, a Google resolveu repartir o segundo extra em frações de milissegundos e distribuí-las de maneira imperceptível ao longo do dia.

Fonte e imagens: Gizmodo, WikipediaInformación actual