Todos os horários
REIS E FARAÓS

Revelação pode mudar tudo que sabemos sobre Tutancâmon

Sempre se pensou que o faraó Tutancâmon fosse um menino frágil e doente, que precisava de uma bengala para se locomover. Mas e se essas informações simplesmente estiverem erradas? É o que sugere um novo estudo baseado em análises da armadura do antigo soberano egípcio.

Vídeo relacionado:

Ao examinar a armadura, arqueólogos encontraram evidências de que o artefato apresentava sinais de que havia sido usado, possivelmente em alguma batalha. A descoberta sugere que Tutancâmon pode ter sido um guerreiro. "Se isso for verdade, é uma revelação incrível", disse Lucy Skinner, pesquisadora da Universidade de Northampton, que participou do estudo.

Estima-se que a armadura tenha cerca de três mil anos. O objeto foi encontrado nos anos 1920, junto com a tumba de Tutancâmon. A couraça, que se assemelha a uma túnica, foi danificada durante sua descoberta.  Hoje apenas parte dela está preservada.

O trabalho dos arqueólogos pode servir para a construção de uma réplica da armadura no futuro. O estudo também pode jogar uma nova luz em uma história ainda repleta de mistérios.

Fonte: IFLScience

Imagem: Jaroslav Moravcik/Shutterstock.com