CIVILIZAÇÕES PRÉ-COLOMBIANAS

Restos mortais de uma mulher podem revelar segredos sobre o fim do Império Inca

Uma equipe de arqueólogos fez uma importante descoberta no local conhecido como Pucará de Tilcara, na província de Jujuy, na Argentina. A apenas trinta centímetros abaixo da terra, eles encontraram um esqueleto de mulher do século XVI, em bom estado de conservação. O achado pode revelar segredos sobre o fim do Império Inca.

Vídeo relacionado:

Ainda que o grupo de arqueólogos estivesse em busca de outro tipo de vestígios, quando o crânio do esqueleto apareceu na terra, eles decidiram desenterrá-lo por completo, já que esses restos podem trazer muita informação sobre o Império Inca e sua queda. Esse império alcançou seu apogeu antes da chegada dos espanhóis, no século XVI. Pucará, onde os restos foram encontrados, era um dos principais locais habitados por aquele pré-colombiano.

O esqueleto pertence a uma mulher de aproximadamente 30 anos, e se encontrava quase completo, faltando apenas uma das tíbias, que, segundo os especialistas, pode ter sido removida para ser utilizada em rituais ou para inalar alucinógenos. Não foi possível determinar a causa de sua morte, mas tudo indica que se tratava de uma pessoa de destaque na sociedade, pelas diversas oferendas encontradas junto ao esqueleto (cerâmicas, contas de colares, placas de metal, pigmentos, blocos de sílex, etc).

Além disso, 30 anos era uma idade avançada na época, e seus dentes estavam completos e ela não tinha vestígios de doenças ou desnutrição. Os restos serão submetidos a estudos que determinarão se ela descende diretamente dos incas ou se também tinha ascendência espanhola.


Fonte: La Nación 

Imagem: Shutterstock.com