RETROSPECTIVA

Relembre as principais descobertas de 2018

Muitos tesouros arqueológicos foram encontrados pelo mundo em 2018. Pedaços importantes da História se revelaram em lugares tão diferentes quanto o Egito, Grécia, Suécia, Alemanha, Israel, Inglaterra, Noruega e Itália. Relembre abaixo algumas dessas descobertas:

ARQUEÓLOGOS ENCONTRAM LUVAS DE BOXE UTILIZADAS NA ROMA ANTIGA


Na Roma Antiga, já se praticava uma forma primitiva de boxe, chamada de pugilatus (de onde deriva a palavra pugilismo). Há inúmeras pinturas e esculturas da época descrevendo o esporte, mas nunca havia sido encontrado nenhum aparato utilizado nos combates. Neste ano, arqueólogos encontraram no norte da Inglaterra um par de luvas usadas para proteger as mãos dos lutadores.


ARQUEÓLOGOS PODEM TER DESCOBERTO A CIDADE BÍBLICA DO REI DAVI


Arqueólogos de uma universidade israelense acreditam que podem ter encontrado ruínas de uma cidade bíblica que pertenceu aos domínios do Rei Davi. A descoberta é fruto de dez anos de escavações no sítio arqueológico de Tel 'Eton, entre Jerusalém e Gaza.



PESQUISADORES DIZEM QUE NÃO HÁ UMA CÂMARA SECRETA NA TUMBA DE TUTANCÂMON


A investigação sobre uma câmara secreta na tumba do faraó egípcio Tutancâmon levou as autoridades egípcias a afirmarem categoricamente que ela não existe. Essa possibilidade foi levantada em 2015 pelo egiptólogo Nicholas Reeves, que dizia ainda que a câmara pertenceria à Rainha Nefertiti. 



MISTERIOSO SARCÓFAGO DE GRANITO NEGRO É ENCONTRADO NO EGITO


Um misterioso sarcófago de granito negro foi encontrado por arqueólogos em Alexandria, no Egito. Durante semanas houve especulações a respeito do que havia em seu interior. Algumas pessoas chegaram a acreditar que o artefato guardaria os restos mortais de Alexandre, o Grande. Ao abrirem o imponente caixão, o mistério finalmente chegou ao fim. Lá dentro foram encontradas três múmias decompostas. No seu interior também havia líquido, que não passava de esgoto. Um grupo de pessoas chegou a criar um abaixo-assinado pedindo para beber o "suco" do sarcófago.


BIBLIOTECA DO IMPÉRIO ROMANO É DESCOBERTA POR ACASO NA ALEMANHA


Durante a construção de um centro comunitário em Colônia, na Alemanha, trabalhadores encontraram as ruínas de uma antiga edificação. Arqueólogos concluíram que o local abrigava uma biblioteca da época do Império Romano. Nichos em suas paredes chegaram a armazenar até 20 mil pergaminhos.


MENINA DE 8 ANOS ENCONTRA ESPADA MILENAR EM LAGO NA SUÉCIA


Uma menina de 8 anos fez uma descoberta fantástica durante uma brincadeira em um lago na Suécia. Enquanto nadava, Saga Vanecek simplesmente encontrou uma espada que remonta a uma época anterior aos vikings. Especialistas acreditam que o artefato possa ter cerca de 1500 anos.


ESQUELETOS DE "VAMPIROS" SÃO ENCONTRADOS NA ITÁLIA E NA INGLATERRA

O restos mortais de uma "criança-vampiro" que morreu há cerca de 1550 anos foram encontrados por arqueólogos em um antigo cemitério em Lugnano, na Itália. O crânio infantil continha uma pedra em sua boca. Pesquisadores sugerem que quem a enterrou fez isso para impedir que ela se levantasse da sepultura e espalhasse doenças entre os vivos. 

Caso parecido aconteceu na Inglaterra. Um esqueleto da Idade do Bronze encontrado no condado de Yorkshire. Os restos mortais pertenciam a um guerreiro cujo corpo passou por estranhos rituais funerários no século III a.C. Indícios sugerem que ele foi alvo de golpes de espada mesmo depois de morto. Um dos objetivos dessa prática era evitar que “vampiros” voltassem à vida.


BARCO VIKING É ENCONTRADO ENTERRADO EM FAZENDA NA NORUEGA


Arqueólogos encontraram um barco viking enterrado em uma fazenda na Noruega. A embarcação estava a apenas 50 centímetros do solo e foi descoberta com a ajuda de um radar de alta resolução. A idade do navio ainda não foi confirmada, mas ele pode ter mais de 1500 anos.

 

MISTÉRIO DA CONSTRUÇÃO DAS PIRÂMIDES DO EGITO PODE TER SIDO DESVENDADO


Um dos maiores mistérios a respeito das pirâmides do Egito diz respeito ao transporte das pedras usadas para sua construção. Como rochas que pesavam toneladas eram levadas de pedreiras até o local onde as estruturas seriam erguidas? Um grupo de arqueólogos acredita que desvendou esse enigma.

Em um local próximo a Luxor, a equipe descobriu marcas deixadas por um equipamento que teria sido usado para carregar as gigantescas pedras. No sítio arqueológico de Hatnub funcionava uma antiga pedreira, de onde era extraída a matéria-prima para a construção das pirâmides.



 Imagens: Ministério de Antiguidades do Egito; The Vindolanda Trust/Divulgação; Sky View e Griffin Aerial Imaging/Universidade de Bar-Ilan/Reprodução; alexandersr / Shutterstock.com; Arte sobre imagem do Ministério de Antiguidades do Egito; Museu Germânico-Romano de Colônia/Reprodução; Museu Jönköpings Läns/Divulgação; David Pickel/Stanford University/Reprodução; Lars Gustavsen, NIKU;  Ministério das Antiguidades do Egito e Instituto Francês de Arqueologia Oriental