Todos os horários
CIVILIZAÇÕES PRÉ-COLOMBIANAS

Rara máscara de imperador maia é encontrada no México

Arqueólogos encontraram no México uma raridade: a máscara de um imperador maia. A relíquia foi descoberta enterrada no Palácio Palenque Maia, no estado de Chiapas. O sítio arqueológico é um dos mais importantes da região.

Vídeo relacionado:

Conhecido como Rei Pakal, o Grande, K’inich Janaab ‘Pakal se tornou imperador aos 12 anos e governou por 68 anos. Durante seu reinado, foram construídos algumas das edificações mais sofisticadas da cultura maia.  A máscara apresenta rugas ao redor da boca, representando o imperador como um homem velho.

"Ao contrário de outros sítios arqueológicos maias, em Palenque muitas figuras encontradas refletem personalidades específicas, ao invés de representações genéricas", disse o arqueólogo Benito Venegas Duran. Junto com a máscara foram encontrados outros objetos, como figuras de cerâmica, pérolas, fragmentos de jade, um espelho, ossos esculpidos e esqueletos de tartarugas e lagartos.

Palenque era uma cidade-estado maia que prosperou entre os anos 226 a.C e 800 d.C. Situada perto do rio Usumacinta, seus palácios e templos eram ricamente decorados. Atualmente, estima-se que apenas 10% das ruínas da cidade tenham sido exploradas por arqueólogos. O restante se encontra encoberto pela selva.


Fonte: IFLScience

Imagem: Héctor Montaño/INAH/Governo do México