Todos os horários
TRATO FEITO

Rara espada chinesa vira faca de cozinha de agricultor

O que você faria se desenterrasse do seu jardim um artefato desconhecido? Tentaria ganhar algum dinheiro na casa de penhores mais próxima ou buscaria uma utilidade doméstica para o achado? A segunda opção foi a escolhida pelo agricultor Yi Shouxiang, de 60 anos, ao encontrar uma espada em sua propriedade, sem suspeitar que ela poderia ser rara, com mais de 3 mil anos de idade.

Desde a descoberta do artefato, há cinco anos, Shouxiang poliu a afiou a espada, que acabou virando a faca da cozinha. A raridade só foi encontrada porque oficiais do governo do estado de Chengkou visitaram a aldeia do agricultor em busca de ferramentas agrícolas de valor histórico para uma exposição.

Após análises, suspeita-se que a espada seja da Dinastia Qing (1644-1912) pela presença de três caracteres chineses "Qing Long Jian" (Espada do Dragão Verde). Por causa dos polimentos, sua idade exata não pode ser determinada. Identificações iniciais indicam que a espada de bronze, de 26 cm de comprimento, poderia ser datada por volta das dinastias Shang e Zhou, com mais de 3.000 anos atrás. Se isso for confirmado, ela estará entre os artigos mais antigos já recuperados - as primeiras espadas de bronze foram produzidas pela primeira vez na China há 3.200 anos.

Falando em relíquias, já que uma espada chinesa dessas ainda não chegou na loja de penhores de Trato Feito, o que dizer de uma serra para cortar dedos? Confira no vídeo abaixo:

Fontes:

Ancient Origins , Shanghaiist.com

Crédito: Imagem via Chongqing Evening News