Todos os horários
RÚSSIA

Putin apresenta ao mundo suas armas nucleares devastadoras

Em um ato que lembrou os momentos mais sombrios da Guerra Fria, o presidente russo, Vladimir Putin, alertou os Estados Unidos sobre uma nova “guerra das galáxias”, ao apresentar um armamento nuclear sem precedentes. Apesar de parecerem extraídos de um filme de ficção científica, os protótipos do novo armamento russo apresentados em Moscou “existem e funcionam bem”, segundo Putin.

Vídeo relacionado:

“Insisto, nenhum país no mundo tem, hoje em dia, as armas que nós possuímos”, ele afirmou. “O sistema antimísseis norte-americano será inútil e não terá nenhum sentido”, acrescentou. A Casa Branca, por sua vez, insistiu em acusar a Rússia de violar os tratados de não proliferação nuclear e declarou que o anúncio do presidente russo é uma confirmação disso.  

Mas, quais são e o que se sabe sobre essas novas armas?

1) Sarmat: sistema pesado de mísseis intercontinentais

De acordo com Richard Galpin, correspondente da BBC, o Sarmat é um substituto dos mísseis Voyevoda da era soviética, com um novo sistema que não tem limites de alcance e que “pode atacar objetivos tanto no Polo Norte quando no Polo Sul”.

2) Míssil de cruzeiro de propulsão nuclear (sem nome definido ainda)

É um míssil de cruzeiro, similar ao aerotransportado Kh-101 ou ao Tomahawk americano, mas que possui uma pequena central de energia nuclear “superpoderosa e de alcance ilimitado” dentro dele.

3) Sistema subaquático de propulsão nuclear (sem nome definido ainda)

O novo armamento não somente vai atacar pela terra ou pelo ar, mas também pelo mar. Trata-se de veículos subaquáticos não tripulados que podem funcionar a partir de grandes profundidades e com um alcance intercontinental a uma velocidade que é muito superior à dos submarinos, dos últimos torpedos ou qualquer tipo de navio de superfície, incluindo os mais rápidos.

4) Kinzhal: mísseis hipersônicos de lançamento aéreo (“Daga”)

Com um alcance de 2 mil quilômetros, o Kinzhal é uma plataforma de lançamento aérea hipersônica de alta precisão e sua velocidade o torna irreconhecível aos sistemas atuais de defesa antiaérea.

5) Avangard: mísseis estratégicos com unidade hipersônica planadora

Esta arma se distingue de outras existentes por sua capacidade de voar na atmosfera a distâncias intercontinentais e a uma velocidade hipersônica de mais de Mach 20 (24.696 km/h).

6) Sistema de armas laser (sem nome definido ainda)

Putin afirmou que seu país havia dado um passo considerável também na criação de “armas laser”.

Fonte: BBC 

Imagens: Kremlin.ru, via Wikimedia Commons, Shutterstock