STARWARS

Professor descobre qual seria a velocidade de uma nave de guerra de Star Wars na Terra

Os combates de naves em Star Wars são o ápice dos filmes de George Lucas para muitos fãs da saga. Quando se trata de guerra, um dos destaques são os Tie Fighters, do Império. No entanto, você já parou para pensar qual seria a velocidade deles na atmosfera de um planeta como a Terra?


[VEJA TAMBÉM: 10 curiosidades que certamente você não sabia sobre Star Wars]

 

 

Em Star Wars, os Tie Fighters precisam de apenas um piloto, são ágeis e dotados de canhões laser duplos. Calcular sua velocidade numa atmosfera como a nossa exigiu a destreza do professor de física Rhett Allain, da revista Wired. Ele usou um curto teaser de Star Wars: O Despertar da Força, em que vários Tie Figherts estão voando a diferentes distâncias e são observados pela jovem Rey. Veja abaixo:

 

Usando uma escala de proporção e referência, já que as naves estão a distâncias variadas, Allain tomou como parâmetro o primeiro Tie Fighter no vídeo e adotou como tamanho para todos o padrão dos "clássicos", de 6,4m de largura.

 

Depois, Allain marcou em cada quadro (frame) uma posição X para indicar o primeiro Tie Fighter, resultando num gráfico de posição do objeto em relação à linha do tempo e obteve sua velocidade de.... 67.3 m/s, ou 242,28 km/h!

 

Simples? "Elementar, meu caro Watson!"

 

Para complicar um pouco, que tal descobrir a qual distância que os Tie Fighters se encontram do solo? Allain assumiu um campo de visão de 39,6° a partir do solo e, com isso, estabeleceu que a nave mais próxima fica a 98 metros de distância e a mais distante está a 652 metros. Será que isso estaria dentro das operações padrões de voo da Nova Ordem?

 

 

Conclusões:

 

- Allain nos mostrou que possui enormes habilidades com cálculos matemáticos (veja no link no final do texto todo o malabarismo aritmético que ele fez em torno do teaser sobre os Tie Fighters).

 

- Essa questão de Star Wars pode cair no vestibular de física.

 

- Por que Allain se empenhou tanto nisso?  Ele mesmo responde: "A única razão é que eu acho divertido. Fim".



Fonte: Wired

Imagem: Sorbis/Shutterstock.com