MOTOR

A possível solução para os grandes engarrafamentos. O carro-moto da Toyota

As ruas de Tóquio já são palco do novo sonho da Toyota: o i-Road, um veículo que une o melhor da motocicleta ao conforto de um carro, entrou em fase de provas. A máquina, com capacidade para transportar um passageiro, possui três pontos de apoio (um traseiro e dois dianteiros), responsáveis pela tração e aderência. A carroceria do carro-moto, ou moto-carro, é totalmente fechada. Seus movimentos são semelhantes aos de uma motocicleta, onde a inclinação do corpo comanda a direção do veículo. Cada vez que o “pilotorista” move o volante, a roda traseira, automaticamente, equilibra o restante de forma harmoniosa. Já as rodas dianteiras acompanham o movimento das manobras da carroceria.

 

O i-Road foi apresentado oficialmente durante o Salão de Tóquio em 2013, e, atualmente, já estão em circulação. A carroceria mede 2.34m de comprimento e 0.87m de largura, seu peso total é de apenas 300 quilos. A distância entre os eixos é de 1.7m, fundamental para estabilidade, especialmente nas curvas.

 

O veículo é alimentado por dois motores elétricos independentes, que dão tração às rodas dianteiras. Sua bateria de litio-ión, com autonomia para até 50 quilômetros, pode ser recarregada em qualquer tomada caseira. A Toyota aposta alto nos meios de transporte ecológicos. O i-Road é um de seus mais recentes lançamentos na linha ZEV (Veículos Zero Emissões).