cristóvão colombo

Pesquisadores escavam porto de onde Colombo partiu rumo à América

Vestígios de um local de fundamental importância para “a descoberta do Mundo Novo” começam, literalmente, a deixar as profundezas do mar que banha Palos de La Frontera, em Huelva, na Espanha. Foi do antigo porto desta cidade que partiram, em 1492, os três navios de Cristóvão Colombo rumo à América. Na noite de 3 de agosto daquele ano, Colombo se lançou ao mar com a nau Santa María, apelidada Gallega, e duas caravelas, Pinta e Santa Clara, apelidada de Niña.

O porto de Palos de La Fronteira não foi escolhido à toa para o começo da expedição de Colombo. O local tinha grande importância econômica por sua produção de tijolos e era ponto de encontro de comerciantes e marinheiros de várias partes do mundo
Desde o final do século XIX, a recuperação do castelo da cidade e do porto histórico é um desejo de pesquisadores e representantes do governo, contudo as dificuldades burocráticas e econômicas estavam travando o projeto, parado há 22 anos. Porém, um grupo de arqueólogos da Universidade de Huelva, com o apoio da Prefeitura Municipal de Palos, reuniu esforços necessários para o começo das escavações, iniciadas há dois meses.

Entre os vestígios encontrados estão um forno para cozimento de cerâmica e de alimentos, assim como restos de um mercado de peixes, taberna e armazéns. As escavações ainda revelaram um estaleiro onde foi construída a caravela Niña, porém como os barcos eram de madeira e construídos ao lar livre não restaram vestígios arqueológicos.

O porto de Palos de La Frontera não foi escolhido à toa para o começo da expedição de Colombo. O local tinha grande importância econômica por sua produção de tijolos e era ponto de encontro de comerciantes e marinheiros de várias partes do mundo. Suas características naturais também favoreciam o local, considerado um porto natural para os navios, facilitando embarque e desembarque de cargas, com todas as facilidades para compra e venda de produtos e armazenamento. Ou seja, Palos de La Fronteira reuniu as condições ideais para lançar ao mar a expedição que daria um novo rumo à história da humanidade.

 

Fonte:  

El País