NAZISMO

Período mais letal do Holocausto teve 1,5 milhão de mortes em três meses

Durante o período do Holocausto, que durou cerca de quatro anos, estima-se que quase seis milhões de judeus foram mortos pelos nazistas, o que corresponde a um terço da população judaica da época. No entanto, uma nova informação vem à tona: a de que um quarto dessas mortes teria ocorrido em um período de três meses.

Vídeo relacionado:

Foi a conclusão a que chegou um estudo publicado recentemente na revista Science Advances, por Lewi Stone, especialista em matemática biológica da Universidade de Tel Aviv. Segundo ele, a Operação Reinhard, nome pelo qual ficou conhecido o período mais intenso de mortes em campos de concentração, aconteceu entre 1942 e 1943, quando 1,7 milhão de judeus foram mortos. Entre agosto e novembro de 1942, no entanto, a operação foi ainda mais acelerada, com 1,5 milhão de mortes, ou cerca de 15 mil por dia.

Segundo o acadêmico, as vítimas eram geralmente transportadas para os campos de concentração e eram mortas assim que chegavam, o que impedia uma resistência organizada dos judeus. Como todos os registros da Operação Reinhard foram destruídos pelos nazistas, Stone recorreu aos dados compilados pelo historiador Yitzhak Arad, sobre 480 viagens de trem de judeus para os campos de Belzec, Sobibor e Treblinka.

A conclusão do estudo, de que 15 mil judeus eram mortos por dia nesse período de três meses, mostra que os meses de agosto a novembro de 1942 foram os mais sanguinários de todo o século XX, matando ainda mais pessoas por dia do que o genocídio de Ruanda, que dizimou 8 mil pessoas por dia em um período de 100 dias.


Fonte: Observador

Imagem: Domínio Público, via Wikimedia Commons