aquecimento global

Pequenas erupções de vulcões estariam ajudando a diminuir o aquecimento da Terra

Um novo estudo sugere que pequenas erupções vulcânicas estariam contribuindo substancialmente para a diminuição do aquecimento da Terra, entre 2000 e 2013. As pequenas partículas, ou aerossóis, lançadas para o alto da atmosfera teriam espelhado a luz solar de volta para o espaço, impedindo que a temperatura média global aumentasse de 0,05° C a 0,12° C. Esse efeito de arrefecimento representa entre 25% e 50% do aumento da temperatura esperado para o período, provocado pela elevação das concentrações atmosféricas de gases do efeito estufa, dizem os cientistas. Assim a descoberta ajuda a explicar o chamado hiato do aquecimento global nos últimos 15 anos.

"Este é um papel importante", disse Brian Toon, pesquisador da Universidade do Colorado, Boulder. De acordo com ele, os resultados da equipe "nos ajudam a entender por que a Terra não aqueceu tanto quanto o esperado pelos modelos climáticos na última década."

Os pesquisadores acreditam que um dos fatores que contribuíram para este hiato do aquecimento é que, normalmente, são ignorados os dados de satélite para altitudes inferiores a 15 km, já que as gotículas individuais ou partículas de gelo nas nuvens nestas camadas mais baixas da atmosfera poderiam confundir o registro.

Para chegar a números mais precisos, os pesquisadores vasculharam dados de outras fontes. Alguns vieram de lasers instalados no solo que analisaram a atmosfera a partir de quatro pontos no Hemisfério Norte. Além disso, dados obtidos a partir de balões e satélites foram confrontados com os fornecidos pelo equipamento a laser. Além disso, uma rede mundial de sensores mediram a quantidade total de luz solar que atinge a Terra, o que deu aos cientistas uma noção de quanto a radiação estava sendo espalhada de volta ao espaço por aerossóis atmosféricos em todos os níveis. O estudo será publicado na revista Geophysical Research Letters.

Fonte:

Science Mag