Todos os horários
Ta Na História

Pablo Picasso roubou a Mona Lisa?

Por Thiago Gomide do Tá na História

Parceria HISTORY, Ta Na História e Catraca Livre

A França estava chocada. Pessoas choravam em frente ao museu do Louvre, na capital francesa. Aquele 22 de agosto de 1911 não foi um dia comum: a Mona Lisa, um dos quadros mais importantes da história da arte, tinha sido roubada.

Pegar o ladrão de um patrimônio cultural da França, apesar de ter sido produzido pelo italiano Leonardo da Vinci, era mais que questão de honra. Fez-se de tudo: pesquisas, abriu disque denúncia, ofereceu mil recompensas por pistas, batidas policiais e vários interrogatórios.

Como resultado de tanto esforço, a polícia chegou a inúmeros suspeitos. Nessa lista estava o então desconhecido pintor Pablo Picasso.

É evidente que a polícia foi atrás do suspeito. Precisava-se averiguar. 

Quer ter detalhes? Aperta o play.

 

Somente depois de 2 anos do sumiço da obra, em dezembro de 1913, que finalmente encontraram o verdadeiro ladrão.

Ainda hoje, teóricos da conspiração duvidam que a Mona Lisa original não foi encontrada. Por consequência, a obra que temos contato no Louvre é uma cópia.

Será?

 

Se você conhece alguma história curiosa, entre em contato comigo no [email protected]

Até semana que vem.

Beijos e abraços!


THIAGO GOMIDE é jornalista e pesquisador. Foi apresentador e editor do Canal Futura e da MultiRio, ambos dedicados à educação. Escreveu e dirigiu o documentário "O Acre em uma mesa de negociação". Além de ser o responsável pelo conteúdo do Tá na História, atualmente edita e apresenta o programa A Rede, na Rádio Roquette Pinto ( 94,1 FM - RJ). 

A proposta do Tá na História é oferecer conteúdos que promovam conhecimento sobre personagens e fatos históricos, principalmente do Brasil. Tudo isso, claro, com bom humor e muita curiosidade.