Agora
O SÓCIO
17H00
O SÓCIO
18H00
TRATO FEITO
Todos os horários
O UNIVERSO

Os eclipses totais do Sol estão desaparecendo

A explicação para isso é assustadora: a Lua está se afastando da Terra! 

Vídeo relacionado:
Em um livro publicado recentemente, Mark Littmann, da Universidade do Tennessee, e o astrofísico da NASA Fred Espenak afirmam que os eclipses totais do Sol deverão ser menos frequentes.

No ano de 1965, Edmond Halley descobriu que os eclipses solares registrados na história não correspondiam aos cálculos que determinam onde e quando esses fenômenos aconteceriam no futuro.

Halley utilizou a teoria gravitacional de Isaac Newton para determinar as datas exatas do fenômeno. Ao comparar os resultados com os registros reais desses eclipses, ele se deparou com dados que não coincidiam.

Em seguida, formulou uma explicação: a duração de um dia na Terra é cada vez maior, ou seja, a rotação terrestre está desacelerando, o que faz com que a Lua se afaste aos poucos do nosso planeta.

Com a introdução dessa variável, os cálculos de Halley coincidiram com os números e os registros reais dos eclipses do Sol. Depois, medições a laser comprovaram que, de fato, a Lua se afasta 3,8 cm da Terra todos os anos. 

À medida que isso ocorre, a circunferência lunar fica menor do ponto de vista terrestre, e os eclipses totais são cada vez mais raros. Quando esses fenômenos deixarão definitivamente de existir é algo que ainda não se pode responder com precisão.


Fonte: Quo

Imagem: Shutterstock