LOUCO POR CARROS

Os bons e velhos tempos do Opala estão de volta!

Não dá para negar que o Opala ainda arranca suspiros dos seus colecionadores e admiradores mesmo 23 anos após o encerramento da sua produção no Brasil. O modelo foi o primeiro fabricado pela Chevrolet no país – a partir de 1968 – e tornou-se um clássico da nossa cultura automobilística, consagrado por seu estilo, potência e conforto. Agora, todos os encantos desta máquina voltarão direto do passado para honrar os velhos e bons tempos! Teremos uma corrida no Brasil completamente dedicada ao Opalão. Estamos falando da Old Stock, que também pretende resgatar o espírito de antigamente da categoria!

Poderão participar da disputa os Opalas cupê produzidos entre 1975 e 1979 – qualquer original da época poderá participar. A ideia, inicialmente, é fazer um campeonato com seis corridas para manter um baixo custo do campeonato. Quatro etapas serão em São Paulo e ainda falta confirmar as outras duas.

Na Old Stock, os Opalas passarão por uma modernização em itens como freios e cintos, instalação de gaiolas, dianteira e traseira de fibra de vidro, além da adoção de ignição digital. A expectativa é que o custo de cada carro fique em torno de R$ 50 mil e o valor por corrida seja de R$ 5 mil. O anúncio da categoria ocorreu no último mês, durante a Velocult, pelo piloto e idealizador Paulo Gomes. As datas ainda não foram divulgadas.

A Stock Car surgiu em 1977 com apoio da General Motors. Sua temporada inaugural foi em 1979 com a primeira corrida disputada no autódromo de Tarumã (RS).

Se você é amante da velocidade como o HISTORY, aperte os cintos e embarque na nossa nova websérie, NA CORRIDA, onde acompanheremos o piloto Marco Cozzi em seu caminho rumo ao título do campetonato. O primeiro episódios você confere abaixo.

 

 

Fontes:

Old Stock Race

Flat Out

Crédito da imagem: Prefeitura Municipal Itanhaém, Brasil; foto cortada, placa apagada e níveis ajustados por Mr.choppers, que enviou a foto (Exposição_carros_antigos_Itanhaém (90)) [CC BY 2.0], via Wikimedia Commons