SEGUNDA GUERRA

As operações de fuga e caça aos nazistas da Segunda Guerra

Com o fim da Segunda Guerra Mundial, teve curso uma fuga em massa de oficiais nazistas que escaparam da Alemanha, muitos deles rumo à América do Sul.

Por outro lado, muitos foram caçados secretamente e tiveram seus planos de liberdade frustrados por agentes secretos.

Odessa

Uma dessas operações de fuga teria sido a Odessa (Organização dos ex-membros da SS, do alemão), que, supostamente, era uma rede nazista internacional criada para estabelecer e facilitar rotas de fuga secretas. Desta forma, membros da SS evitariam a captura e o julgamento por crimes de guerra. Os destinos preferidos de fuga eram Argentina, Brasil e Oriente Médio. A existência dessa organização, no entanto, ainda é uma questão que gera dúvidas entre pesquisadores.

Hitler

Um dos supostos nazistas que teriam escapado seria o próprio Adolf Hitler. Segundo teorias, ele teria fingido o próprio suicídio e escapado para a Argentina. Recentemente, a descoberta de um túnel sob o metrô de Berlim reforça uma hipótese de que ele poderia ter escapado pelo subterrâneo antes da chegada dos soviéticos aos seu bunker. A ideia de que o Führer viveu na Argentina também é defendida pelo jornalista e pesquisador Abel Basti no seu trabalho, “Tras los pasos de Hitler” (Seguindo os passos de Hitler). Basti acredita que o líder nazista morreu na década de 70 e teria também passado por Brasil, Paraguai e Colômbia. [Clique aqui e saiba mais]

Anjo da Morte

Se existem somente teorias sobre uma possível fuga de Hitler, o mesmo não se pode falar de Joseph Mengele, chamado de Anjo da Morte. Ele foi o médico do Terceiro Reich, que trabalhou no campo de extermínio de Auschwitz, onde comandava experiências com prisioneiros judeus. Assim que terminou a guerra, ele fugiu da Alemanha e passou por vários países na América do Sul, inicialmente pela Argentina. Foi encontrado morto no Brasil, mais exatamente afogado nas águas de Bertioga, em São Paulo, em 1979. Durante muitos anos, Mengele viveu com identidade falsa e nunca foi descoberto. [Clique aqui e saiba mais]

Operações da Mossad

Essa fuga de nazistas da Alemanha deu início a missões de caças aos criminoso, como a Operação Garibaldi, a primeira autorizada por Israel. Em 1960, os agentes israelenses da Mossad sequestraram Adolf Eichmann, que vivia em Buenos Aires. Ele foi julgado em Israel e condenado à forca em 1962. [Clique aqui e saiba mais]


Outra missão de caça a nazistas que ficou famosa foi a "Operação Riga", também executada por agentes secretos de Israel. O alvo era Herbert Cukurs, responável pelo assassinato de 30 mil judeus. Depois de viver quase 20 anos no Brasil, Cukur foi levado ao Uruguai por agentes israelenses que levaram a cabo com perfeição o plano para "liquidá-lo". [Clique aqui e saiba mais]


 

Imagem: Everett Historical/Shutterstock