Todos os horários
Ta Na História

O maior trambiqueiro da história de Portugal

Por Thiago Gomide do Tá na História

Parceria HISTORY, Ta Na História e Catraca Livre

Quando o português Alves Reis pisou na Angola, então colônia do país europeu, um mundo novo se abriu.

Em Lisboa, Alves Reis passava apertos financeiros. Na África, depois de falsificar um diploma de uma faculdade inglesa igualmente falsa, foi logo promovido à engenheiro bem remunerado.

Essa mentira no currículo foi um dos primeiros golpes do rapaz ( conhece alguém que também dá uma aumentada na trajetória profissional? Manda esse texto. ;*).

Ele não pararia mais.

Ambicioso, Alves Reis se meteu até em falsificação de cheques em Angola. Preso, foi mandado de volta pra sua terra natal.

O sonho africano ficava pra trás? Nada. Os trambiques ficavam pra trás? Nada.

Ele queria ser multimilionário. Ele queria montar um banco que unisse Portugal e Angola.

É desse sonho megalomaníaco que nasce o maior caso de fraude da história portuguesa.

Aperta o play pra saber mais:

 

Alves Reis gastou muito dinheiro falso. Eram festas, compras de carros luxuosos, imóveis em pontos nobres de Lisboa...

Quando o caso foi à tona, aconteceu um desgaste diplomático entre portugueses e ingleses ( ainda não viu o vídeo? O motivo tá lá no finalzinho)

Mesmo depois de preso, o trambiqueiro continuou aplicando seus golpes.

Infelizmente Alves Reis ainda inspira muita gente.

Semana que vem tem mais.

Se você conhece alguma história incrível, manda pra mim no [email protected]

Beijos e abraços, 


 

THIAGO GOMIDE é jornalista e pesquisador. Foi apresentador e editor do Canal Futura e da MultiRio, ambos dedicados à educação. Escreveu e dirigiu o documentário "O Acre em uma mesa de negociação". Além de ser o responsável pelo conteúdo do Tá na História, atualmente edita e apresenta o programa A Rede, na Rádio Roquette Pinto ( 94,1 FM - RJ). 

A proposta do Tá na História é oferecer conteúdos que promovam conhecimento sobre personagens e fatos históricos, principalmente do Brasil. Tudo isso, claro, com bom humor e muita curiosidade.