Todos os horários
CASSINI

O Beijo da Morte: como a NASA conseguiu destruir a Cassini

Veja a manobra que os cientistas fizeram para que a sonda tivesse seu grand finale!  

Vídeo relacionado:
Em 15 de outubro de 1997, a sonda Cassini partiu da Terra em direção a Saturno – um trajeto que demorou quase sete anos para ser realizado. Em 30 de junho de 2004, a Cassini alcançou sua posição e começou a investigar as características do segundo maior planeta do Sistema Solar.

Em 2005, a sonda Huygens, a bordo da Cassini, revelou um dos cenários mais inesperados: uma superfície coberta de gelo e oceanos de hidrocarbonetos. Após 20 anos de pesquisa, a missão Cassini chegou ao seu fim, de forma planejada, embora não menos dramática.

Em abril deste ano, a NASA desviou o trajeto da Cassini para que ela fosse lançada contra a superfície de Saturno, o que finalmente ocorreu alguns dias atrás. Para isso, especialistas fizeram com que a nave se aproximasse suficientemente perto de Titã para receber o “beijo da morte”, nome pelo qual os cientistas chamaram o impulso gravitacional que acarretou no ingresso da sonda na órbita saturnina.

Aproveitando as reservas de combustível, os cientistas conseguiram fazer com que o contato da nave com a atmosfera de Saturno fosse o método mais eficaz para o fim da missão. Por causa da fricção provocada durante essa manobra, a Cassini se desintegrou em várias partes, que caíram como meteoritos sobre a superfície do planeta.


Fonte: Infobae

Imagem: NASA/JPL-Caltech