Todos os horários
NASA

NASA resolve o mistério dos estranhos flashes de luz na Terra

Cientistas precisaram de décadas para desvendar a origem dos lampejos. 

Vídeo relacionado:
Em 1993, o renomado cientista Carl Sagan descobriu, em imagens captadas pela sonda Galileo (enviada ao espaço para estudar Júpiter e suas luas), flashes de luz na superfície da Terra. Entre 2015 e 2016, o Deep Space Climate Observatory (DSCOVR), da NASA, localizado a 1,5 milhão de quilômetros da Terra, registrou, com sua Câmera de Imagem Policromática da Terra (EPIC, na sigla em inglês), 866 desses flashes de luz na superfície do planeta.

Inicialmente, os pesquisadores acreditavam que os clarões eram causados pela luz solar refletida nos oceanos, mas essa luminosidade também aparecia na superfície terrestre.

Recentemente, após décadas de mistério, cientistas da NASA descobriram a origem dos estranhos lampejos. Os pesquisadores chegaram à conclusão de que os flashes eram visíveis quando o ângulo entre o Sol e a Terra era igual ao ângulo entre o DSCOVR e a Terra. Essa comprovação sugere que os flashes de luz são causados pelo reflexo solar das partículas orientadas horizontalmente.

 


Fonte: Infobae
Imagem: Shutterstock