Todos os horários
EGITO

Mistério sobre tumba da esposa de Tutancâmon pode estar próximo do fim

Tutancâmon é, possivelmente, o faraó mais conhecido do Antigo Egito. Também chamado de “faraó-menino”, o rei Tut governou o império entre os anos 1336 e 1327 a.C.. Recentemente, o Conselho Supremo de Antiguidades do Egito anunciou que começará a busca pelo túmulo de sua jovem esposa, Anchesenamon, nas proximidades do Vale dos Reis, localizado 600 quilômetros ao sul da cidade do Cairo. Anchesenamon nunca mais foi mencionada após sua morte e o local de seu enterro sempre foi um mistério. 

Vídeo relacionado:

Acredita-se que a rainha tenha levado uma vida trágica. Antes de ter sido casada com seu meio-irmão Tucancâmon, ela também foi esposa de seu pai, o faraó Aquenáton. Após a morte de Tut, ela se casou com seu sucessor, o faraó Ay, que de acordo com alguns estudiosos poderia ser o pai da rainha Nefertiti, ou seja, avô materno de Anchesenamon.  Os arqueólogos acreditam que a rainha pode estar enterrada em uma área próxima da tumba de Ay. 

Há alguns anos, um grupo de arqueólogos encontrou, em uma parte da região chamada Vale dos Macacos, uma câmara repleta de objetos como cerâmica, restos de comida, ferramentas e outros materiais, o que sugere que um novo túmulo estava sendo construído no local.

Embora ainda seja muito cedo para tirar conclusões, vários especialistas em egiptologia compartilham a teoria de que o túmulo de Anchesenamon pode estar próximo, talvez em um recinto subterrâneo. “Até que não o escavemos, podemos pensar qualquer coisa”, ponderou o renomado arqueólogo Al Waziri, apesar de ter se mostrado otimista com as perspectivas da busca.

Fonte: Newsweek

Imagem: Jaroslav Moravcik/Shutterstock.com