IDADE MÉDIA

Manuscrito medieval que cita Merlin pode revelar segredos sobre a lenda do Rei Artur

A história do Rei Artur desperta a imaginação de muitas pessoas desde a Idade Média. Agora, especialistas encontraram na Inglaterra manuscritos medievais que contam a história do mago Merlin, membro da corte arturiana. A nova descoberta reacende o interesse pelas figuras lendárias.

Vídeo relacionado:

Há séculos, Merlin é descrito como um mago, profeta e conselheiro do rei Artur. Como figura literária, ele é criação do cronista medieval Godofredo de Monmouth (1100 - 1155). De acordo com estudiosos, os fragmentos encontrados recentemente contêm diferenças "sutis, mas significativas" em relação à história tradicional do personagem. O texto traz descrições mais detalhadas de vários personagens e batalhas.

As obras foram descobertas pelo bibliotecário Michael Richardson na coleção de livros raros da Universidade de Bristol. Após reconhecer o nome de vários personagens arturianos, ele entrou em contato com a Drª Leah Tether. "Esses fragmentos da história de Merlin são um grande achado que podem ter implicações para o estudo de outros textos que moldaram nossa compreensão moderna da lenda arturiana", disse a especialista. 

Os fragmentos estavam em livros impressos em Estrasburgo, na França, entre os anos 1494 e 1502. Os especialistas querem descobrir como as obras chegaram na Inglaterra. Além disso, eles investigam que outros segredos sobre as lendas de Artur, Merlin e o Santo Graal esses escritos podem conter.


Fonte: BBC

Imagem: Universidade de Bristol/Reprodução