Todos os horários
TESOURO

Localizados canhões medievais submersos na costa da Flórida

Empresa procurava destroços de foguetes da Nasa, quando se deparou com um arsenal do século XVI.

A expedição liderada pela empresa Global Marine Exploration no Cabo Canaveral, na costa da Flórida, localizou um arsenal do século XVI. São 22 canhões e um monumento em mármore gravados com o brasão do reio da França de 1562.

Robert Pritchett, executivo-chefe da empresa, acredita que os canhões e o monumento pertenciam a navios franceses que foram atacados por espanhóis. Todo carregamento estava sendo levado para longe da Flórida como espólio, com destino a Havana, Cuba, quando os espanhóis foram atingidos por uma tempestade e todas as embarcações afundaram.

Mergulhadores descobriram os restos do naufrágio durante uma pesquisa marinha no final de setembro 2015, utilizando equipamentos magnéticos subaquáticos que permite localizar itens de metal abaixo do leito marinho.

Além de três canhões de bronze e o monumento de mármore, os mergulhadores encontraram 19 canhões de ferro, 12 âncoras, uma pedra de rebolo e munição. As marcações em um dos canhões de bronze indicam que ele foi fabricado em 1540, durante o reinado do Rei Henrique II de França.

Cemitério de foguetes
A Global Marine Exploration tem permissão para explorar a costa da Flórida. No local, a empresa tem encontrado centenas de destroços de foguetes da Nasa. A área serviu como base de testes da Força Aérea dos EUA em 1948. Armamento do século XVI, no entanto, foi novidade para os mergulhadores.

Resgate das relíquias
Por enquanto, toda essa relíquia (tanto as do século XVI como os destroços dos testes americanos) seguem submersos. A empresa ainda não tem autorização para retirar as peças do fundo do mar.

 


Fonte: Seeker
Imagem: Divulgação/Global Marine Exploration, Inc.