descobertas

A lenda era real: rio de água fervente é encontrado na Amazônia

Temperatura da água chega a 86 graus Celsius!

Na região peruana da floresta amazônica há uma lenda ancestral que narra a história de um rio fervente, capaz de queimar qualquer ser vivo que ouse nadar em suas águas. Além dessa lenda, existem também os relatos dos conquistadores espanhóis. Agora, um cientista peruano conseguiu encontrar esse rio mítico.

Andrés Ruzo descobriu o lendário rio fervente, apesar da descrença dos seus colegas. Segundo seu relato, ele se baseou nas palavras de sua própria mãe, que, certa vez, lhe disse que o rio de fato existia e que ela mesma o havia visto quando era pequena.


Embora a ciência tenha conhecimento dos rios de água fervente, eles são, na verdade, associados a vulcões ou fenômenos térmicos de ígnea. O que ocorre nesse caso é que na região amazônica não existem vulcões conhecidos. Mas quando Ruzo introduziu um termômetro nas águas do rio que encontrou, ele mediu 86 graus Celsius.


De acordo com o cientista, o rio chega a medir 25 metros de uma margem à outra, tem 6 metros de profundidade em média e a água quente flui por 6 quilômetros. O vulcão mais próximo conhecido está a 700 quilômetros de distância, o que faz com que esse rio de água fervente seja um verdadeiro enigma para a ciência.

Assista ao vídeo em que André fala sobre sua descoberta: 

 


Fonte: VIX

Imagem: Sofía Ruzo