Todos os horários
ALIMENTOS

Leite: alimento perigoso ou fundamental para a vida humana?

O relacionamento dos humanos com o consumo de leite é cheio de altos e baixos. Nos primórdios da civilização, o produto de origem animal era visto como perigoso, já que estragava muito rapidamente. Durante grande parte da história, o alimento não era ingerido puro, mas em forma de iogurte, manteiga ou queijo. 

Vídeo relacionado:

Embora tenha cumprido um papel fundamental nas primeiras civilizações, os antigos gregos censuravam o costume bárbaro de consumir altas quantidades de laticínios. Os romanos, por sua vez, consideravam o leite um alimento de baixo status, enquanto os habitantes do norte da Europa eram ridicularizados por seu amor ao leite de rena. Já budistas japoneses depreciavam os ocidentais por seu “cheiro de manteiga”.

No livro Milk! A 10,000-Year Food Fracas (“Leite, um conflito alimentício de 10.000 anos”, em tradução livre), o pesquisador norte-americano Mark Kurlansky aborda as controvérsias envolvendo a trajetória do alimento. O autor enfatiza que o produto é tão importante para os humanos que a nossa galáxia é chamada de Via Láctea, ou Caminho de Leite, em latim (a própria palavra "galáxia" também significa "ciclo do leite", em grego).

Mas a posição central que o leite atingiu em nossa cultura demorou para ser consolidada. Ele só se popularizou de verdade após lentas mudanças de costumes sociais e com o aprimoramento das tecnologias que permitiam sua conservação. No século XIX, com a revolução industrial, o preço do leite despencou após o surgimento de máquinas de ordenha. Assim, a população em geral teve mais acesso ao alimento.  A criação dos refrigeradores também pesou nesse sentido.

Mas o consumo do leite só se tornou realmente seguro após a invenção da pasteurização. Criado em 1864 pelo cientista francês Louis Pasteur, o processo é utilizado para destruir microrganismos patogênicos em alimentos. Esse avanço científico melhorou a qualidade de vida dos humanos, ao permitir que o leite pudesse ser transportado sem sofrer decomposição. No século XX, após fortes campanhas publicitárias dedicadas a enaltecer as propriedades nutritivas desse alimento, o leite cru ganhou um lugar de honra nas mesas ocidentais. 


 Fonte: Smithsonian.com  

Imagem: Shutterstock.com