FÍSICA NUCLEAR

Garoto de 12 anos pode ter provocado reação nuclear em laboratório caseiro

Um garoto de apenas doze anos pode ter alcançado um feito impressionante. De acordo com uma instituição de cientistas amadores chamada Open Source Fusor Research Consortium, Jackson Oswalt, de Memphis, nos Estados Unidos, conseguiu provocar uma reação nuclear em um laboratório caseiro. Se a façanha for comprovada, ele será a pessoa mais jovem a conseguir fazer algo parecido. 

Vídeo relacionado:

O garoto transformou em laboratório um quarto de brinquedos na casa onde vive com seus pais. Ele gastou dez mil dólares em compras na internet para montar um equipamento que usa 50 mil volts de eletricidade para aquecer o gás deutério, com o objetivo de fundir núcleos para a liberação de energia. "O início do processo foi apenas descobrir o que outras pessoas fizeram com seus reatores de fusão", afirmou.

O que Oswalt construiu foi uma máquina que gera o plasma no qual ocorre a fusão nuclear. Nesse processo, os átomos não são divididos, mas sim comprimidos, formando outros átomos mais pesados. "No último mês, fiz um enorme progresso. Agora tenho resultados que acredito serem dignos de nota", disse o rapaz.

Reatores amadores como esse produzem alguma radiação, mas em escala muito pequena para colocar pessoas em risco. O dispositivo de Oswalt não poderia ser reaproveitado como uma bomba, por exemplo. Agora, o trabalho do rapaz precisa ser verificado por uma instituição oficial para ser declarado válido. 


Fontes: The Guardian e Live Science

Imagem: Shutterstock.com