Todos os horários
SEXO

Fatos que você provavelmente não conhecia sobre sexo na Grécia Antiga

Grande parte da mitologia grega gira em torno da sexualidade de seus deuses e heróis.

Vídeo relacionado:
O historiador americano Paul Chrystal analisa no seu livro “In Bed with the Ancient Greek” (Na Cama com os Gregos Antigos, na tradução), os costumes sexuais peculiares dessa civilização tão importante, berço da democracia e do machismo.


Veja alguns pontos importantes: 

 

  • A violência sexual do arrogante Zeus (que, em vários contos, estupra deusas e mortais) mostra os padrões de comportamento sexual-afetivos que regiam essa cultura.
  • A misoginia é detectável em diversas figuras mitológicas femininas, que, quando não são representadas como mulheres meigas e submissas, revelam-se frias e mentirosas.
  • A prostituição, tanto feminina quanto masculina, era legalizada na Grécia Antiga. Aqueles que se dedicavam ao trabalho sexual eram obrigados a pagar uma taxa mensal ao Estado.
  • A pedofilia também era uma prática comum na Grécia Antiga e possivelmente herdada da civilização cretense. Era comum que um homem mais velho sequestrasse um menino com o consentimento de sua família para treiná-lo em diferentes artes masculinas e transformá-lo em seu amante.
  • Nas crônicas da época há inúmeras referências ao uso de afrodisíacos destinados a potencializar a virilidade masculina durante a velhice.

 


Fonte: Super Curioso

Imagem: Wikipedia Commons