RELIGIÃO

Evangelho apócrifo diz que parteiras ajudaram no nascimento de Jesus

Todos conhecem a história do nascimento de Jesus em uma manjedoura em Belém. Mas será que Maria deu à luz sem a ajuda de ninguém? Um evangelho apócrifo diz que duas parteiras auxiliaram no parto.

Vídeo relacionado:

A Bíblia em si não se aprofunda a respeito do momento do nascimento de Cristo. Apesar disso, pesquisadores religiosos citam o Protoevangelho de Jaime, que ficou de fora do Novo Testamento, como fonte para informações mais detalhadas sobre o fato. O texto menciona a presença de ao menos duas parteiras acompanhando a mãe de Jesus na hora do parto.

Outros especialistas apontam que em partes do Antigo Testamento, como o Êxodo, as parteiras eram citadas como parte fundamental do sistema de saúde da cultura hebraica. Eles acreditam que era improvável que uma mãe de primeira viagem daria à luz a um filho sem assistência. Se José tivesse chamado, provavelmente uma parteira viria ajudar, mesmo que eles fossem um casal de forasteiros em Belém. 

As parteiras desempenham um papel importante na história há milênios. Os textos do Antigo Testamento trazem algumas das primeiras referências a essa atividade. O filósofo grego Sócrates também registrou em seus escritos que sua própria mãe exercia a função. No século XVII a profissão começou a ser regulamentada na Europa. Até os anos 1920, por volta de 70% dos bebês nasciam em casa. Segundo a autora Patricia Harman, atualmente, existem cerca de 27 milhões de parteiras atuando em todo o mundo. 


Fonte: Time

Imagem: Gerard van Honthorst  (1592–1656)  - A Adoração dos Pastores - Google Art Project, via Wikimedia Commons