GENÉTICA

Estudo desvenda a origem dos olhos azuis humanos

Um estudo científico explica o incrível surgimento do primeiro humano de olhos azuis, e por que a maioria das pessoas com essa característica se encontra na Europa. De acordo com a pesquisa, realizada por especialistas da Universidade de Copenhague, na Dinamarca, a cor azul do olho humano obedece a uma mutação genética, especificamente do gene OCA2, ocorrida em um indivíduo que viveu há dez mil anos na costa noroeste do Mar Negro.

Tecnicamente, o gene não dá uma cor azul aos olhos, mas desativa a proteína P, responsável pela melanina escura, tipicamente presente na maioria dos olhos humanos e originária da única cor (a marrom) de olhos da espécie, até a mutação genética. Além disso, o estudo permite concluir que essa mutação pode ter se espalhado até o fim do último período glacial, o que explica por que os europeus estão mais propensos a desenvolver olhos claros.

O rastreamento genético, realizado em 155 pessoas de diferentes países, entre os quais Dinamarca, Jordânia e Turquia, esclareceu que os indivíduos de olhos azuis estão diretamente relacionados a um primeiro ser humano com essa característica.

Crédito da imagem: Kryvenok Anastasiia - Shutterstock.com

Fonte: El Mundo