ARTES PLÁSTICAS

Estudo científico demonstra que Mona Lisa na verdade não está nos encarando

Muitas vezes olhamos para um retrato por diferentes ângulos e ele parece nos seguir com seu olhar. Na verdade, esse fenômeno tem um nome científico: o “efeito Mona Lisa”, derivado precisamente da obra-prima de Leonardo Da Vinci, também conhecida como La Gioconda. 

Vídeo relacionado:

Agora, uma pesquisa da Universidade de Bielefeld, na Alemanha, corroborou que o “efeito Mona Lisa” é verificado praticamente em todos os retratos, com exceção da... Mona Lisa! Pelo menos é o que verificou o professor Gernot Horstmann quando colocou uma régua dobrável sobre uma tela que reproduzia a obra.

Quando os participantes do estudo tiveram que dizer para onde se dirigia o olhar de Mona Lisa, os resultados foram muito diversos. No entanto, após analisar mais de 2 mil resultados, a conclusão foi de que o olhar não é direto.

“As pessoas podem sentir que o protagonista de uma foto está olhando diretamente para frente, ou seja, seu olhar tem um ângulo de zero grau”, pontuou Horstmann. Mas, no caso de Mona Lisa, o olhar se dirige para o lado direito, com um ângulo médio de 15 graus. 

Segundo o pesquisador, “está claro que o termo ‘efeito Mona Lisa’ é um nome inapropriado. Ele ilustra o forte desejo de ser observado e de ser o centro da atenção de outra pessoa, ou seja, de ser relevante para alguém, ainda que desconhecido”. 


Fonte: BBC 

Imagem: Arte sobre imagem de domínio público