CURIOSIDADES

Este estranho animal sobreviveu ao asteroide que dizimou os dinossauros

Cientistas da Universidade de Porto Rico, em Mayagüez, sequenciaram o genoma de um pequeno mamífero, chamado solenodonte-haitiano (Solenodon paradoxus), e provaram que sua espécie sobreviveu ao impacto do asteroide que dizimou os dinossauros há 65 milhões de anos.

Vídeo relacionado:

O solenodonte-haitiano é um dos poucos mamíferos vivos venenosos. Ele possui glândulas salivares modificadas em seus dentes que soltam um veneno que pode matar um rato em minutos. Além disso, o animal tem grandes garras, um focinho flexível e mamas no traseiro, características bastante incomuns aos mamíferos. 

Pesando cerca de 1kg e medindo de 49 a 72 centímetros, o solenodonte-haitiano é um animal social, que mora em túneis durante o dia e à noite sai para caçar invertebrados. Ele pode ser encontrado em regiões remotas de Cuba e na Ilha de São Domingos. 

"É imperativo agora estudarmos a conservação genômica dos Solenedons, cuja extinção extirparia toda uma linhagem evolucionária que vem desde a era dos dinossauros", aponta o estudo divulgado no portal científico Biorvix.

Fonte: IFLScience

Imagem: frank wouters, via Wikimedia Commons