animais

Espécie rara é reencontrada após 30 anos

Chamado de “fóssil vivo”, esse pequeno animal é um dos mais raros do mundo e reapareceu, para surpresa dos especialistas, depois de mais de três décadas sem poder ser visto.

Trata-se do Allonautilus scrobiculatus, uma espécie rara de molusco cefalópode, descoberta pelo biólogo Peter Ward, da Universidade de Washington, que o avistou pela primeira vez no Pacífico Sul, nos anos 80. Hoje, mais de 30 anos depois, o cientista teve que ir para os recifes de Papua Nova Guiné para poder reencontrá-lo.

A espécie rara habita as profundezas do oceano há 500 milhões de anos. Por não suportar o calor, ela passa a maior parte do dia no fundo do mar, onde a água é muito fria. Para conseguir achar um espécime, os cientistas esperaram anoitecer e colocaram iscas de peixe e frango entre 100 e 400 metros da superfície do mar. Desse modo, depois de 30 anos sem serem vistos, os Allonautilus scrobiculatus reapareceram aos olhos humanos.

“Antes disso, somente duas pessoas haviam visto o Allonautilus Scrobiculatus: meu colega Bruce Saunders da Bryn Mawr Colle e eu. Quando o vimos pela primeira vez, ficamos muito surpresos”, afirmou Peter Ward.

Fonte: RT 

Imagem: Pixabay