ASTEROIDES

Especialistas alertam sobre asteroide que pode ser o protagonista da extinção da raça humana em alguns séculos

O dia 16 de março de 2880 pode ser o último dia da espécie humana. Neste dia, segundo cálculos científicos, um grande asteroide se chocará contra a Terra e a destruirá por completo. A Universidade de Tennessee conta com um grupo de especialistas encarregados de observar o curso dessa rocha gigantesca, que viaja a uma velocidade brutal e que, contrariando todas as expectativas, ainda não se desfez em mil pedaços - o que talvez, pode nunca ocorrer. E caso a força das partículas que mantêm o asteroide inteiro for mantida, a Terra poderá dar adeus a seus dias de existência.

Com mais de mil metros de diâmetro, o asteroide demora apenas duas horas e seis minutos para orbitar em volta de si mesmo. E mesmo assim, infelizmente, não se desintegra. Alguns cientistas mais otimistas, como Ben Rozitis, afirmam que entender os motivos da coesão das partículas deste asteroide seria a melhor maneira de criar uma estratégia para evitar possíveis futuros impactos. Apesar de tudo, a imensa pedra avança contra a Terra a uma velocidade de 15 quilômetros por segundo e seu impacto poderia ser comparado à explosão de 44.800 megatons de dinamite.

O asteroide foi detectado pela primeira vez em 1950 e só foi visto depois no dia 31 de dezembro de 2000. A comunidade cientifica espera encontrar uma solução antes de sua fatídica chegada.

Fonte e imagens: NASALa Flecha e Conexión Total