GENÉTICA

Empresa chinesa poderá iniciar clonagem de humanos em 2016

A empresa chinesa Boyalife fez um anúncio que parece ficção científica: segundo seu diretor, Xu Xiaochun, em sete meses será aberta uma enorme fábrica que possuirá tecnologia para a clonagem de seres humanos.

[VEJA TAMBÉM: "Arca Congelada" quer salvar DNA de espécies ameaçadas pela 6a extinção massiva]

A fábrica, localizada na cidade de Tianjin, no norte do país, foi apresentada com o objetivo de abrigar um banco de genes com capacidade de cerca de 5 milhões de mostras de células congeladas em nitrogênio líquido. Esse banco funcionaria como uma espécie de Arca de Noé da biodiversidade, já que preservaria a informação genética das espécies em perigo de extinção para fins de regeneração. 


A clonagem humana, segundo Xiaochun, não está atualmente dentro dos planos, já que ela ainda não é autorizada por lei e causaria uma reação negativa nas pessoas, embora a Boyalife já possua a tecnologia para realizá-la. Mas, após ser legalizada, a empresa promete colocar em funcionamento essa tecnologia que poderá mudar radicalmente o mundo da genética e da reprodução.

“Infelizmente, até agora, a única maneira de ter um filho é com a intervenção de um pai e de uma mãe. Mas, talvez, no futuro, haja três possibilidades em vez de uma (...) com 100% do DNA do pai ou 100% do DNA da mãe”, explica o diretor, que comentou seu plano de clonar um milhão de vacas antes de 2020, além de cavalos puro-sangue, cães policiais e animais domésticos.

 

Não perca este sábado, às 22h55
ESTREIA: A MÁFIA E O VATICANO às 22h55

Missas são celebradas nos esconderijos da máfia e famílias que estão longe de serem santas controlam os festivais católicos. Por décadas uma instituição cuja santidade da vida é tudo, está intrinsicamente ligada a uma organização cuja atividade do dia a dia é a morte. O que é oferecido no altar? O sangue dos inocentes. Assista ao vídeo a baixo e não perca, este sábado:


Fonte: RT
Imagem: Nomad_Soul/Shutterstock.com