Todos os horários
descobertas

Descobertas científicas que se revelaram grandes fraudes

Cientistas inescrupulosos, campanhas descaradas de marketing... O mundo da ciência não está livre de charlatões que distorcem a verdade em prol de prestígio e dinheiro.

Abaixo, uma lista das fraudes científicas mais escandalosas da história:

A tribo das cavernas das Filipinas: na década de 1970, a suposta descoberta de uma tribo isolada da sociedade que, diziam, teria ficado presa na Idade da Pedra teve enorme repercussão. O fato gerou tanto burburinho que o governo filipino mandou construir uma muralha ao redor das cavernas para evitar os curiosos. Depois, soube-se que não passavam de aldeões que haviam sido pagos para posar de homens das cavernas.

Fusão a frio: em 1989, os químicos Stanley Pons e Martin Flesichmann anunciavam ao mundo a descoberta da fusão a frio. A novidade, capaz de gerar energia a custos muito baixos através da fusão de dois átomos, foi apresentada como solução aos problemas energéticos do planeta. Ansiosos por compartilhar suas conquistas, os cientistas constataram que fizeram algum desvio durante a pesquisa e chegaram erroneamente a falsos resultados positivos. Foi tudo um fiasco.

Autópsia extraterrestre: em meados dos anos 1990, circulou por todo o mundo a suposta filmagem da autópsia de um extraterrestre. O filme foi apresentado pelo produtor Ray Santilli, que afirmava tê-lo obtido de um oficial de alto escalão do exército norte-americano. Longe de ser um dos tripulantes das naves de Roswell, o alienígena era um boneco de látex cheio de vísceras de animais.

O falso elo perdido: em 1912, após anos de busca, o antropólogo Charles Dawson informou ao mundo que havia encontrado o elo perdido, que liga o homem ao macaco. A comunidade científica comemorou a descoberta e chamou a criatura (que diziam ter vivido há 500 mil anos) de Eoanthropus dawsoni, em homenagem ao cientista. Quarenta anos depois, em 1953, foi revelado que o fóssil era falso. Tratava-se de um crânio humano ao qual haviam anexado a mandíbula de um orangotango.


Fonte: Playground Mag

Imagem: photoBeard/Shutterstock.com