Todos os horários
VERÃO DA LATA

Descoberta revela relação entre homens e drogas há mais de 2.400 anos

Uma equipe de arqueólogos russos encontrou um tesouro de 3 quilos de ouro composto por 2 vasilhas, 3 copos, anéis, colares e uma pulseira – todos com 2.400 anos de idade. Além da riqueza material, a descoberta é histórica, já que muitos desses objetos apresentavam vestígios de maconha e ópio, revelando sobre os costumes da população da região.

Trata-se dos citas, povo nômade que emigrou da Ásia Central ao sul da Rússia e Leste Europeu. Os restos foram encontrados em uma câmara retangular de um túmulo funerário, localizado na cidade russa de Stávropol. Os pesquisadores explicam que os citas utilizam as vasilhas para servir e consumir uma poderosa mistura à base de ópio e que, simultaneamente, queimavam cannabis sativa, a planta da maconha.

Os objetos teriam sido fabricados para a realeza e possuem representações entalhadas de homens lutando contra criaturas míticas. De acordo com os pesquisadores, essas imagens poderiam ser alusões às “Guerras Bastardas”, mencionadas nas crônicas do historiador grego Heródoto, que também faz referência ao uso cerimonial de drogas por parte dos citas.

 

VOCÊ CONHECE O VERÃO DA LATA?

Numa época não tão antiga, o Brasil viveu uma situação inusitada. Se você ainda não conhece o Verão da Lata, tente-se imaginar no ano de 1987, logo depois do fim da ditadura. As pessoas acabavam se experimentar pela primeira vez a liberdade, de experssão e social e, em uma determinada tarde, no litoral de São Paulo, centenas de latas cheias de maconha começam a chegar por todo o litorual sul. Acha engraçado? Acha que é mentira? Algumas pessoas estavam lá para contar essa história. Clique no player abaixo para assistir ao Especial Verão da Lata completo, e conheça a história de ícones da atualidade que, n a época, presenciaram um dos acontecimentos mais famosos da história do Brasil:

Fonte: RT