Antigo Egito

Conheça o médico que destruiu 40 pirâmides egípcias para realizar sua ambição

Italiano chegou ao Egito em 1829 à procura de tesouros. 

Vídeo relacionado:
Giuseppe Ferlini nasceu em 1797, na cidade de Bolonha, na Itália. Após deixar seu lar paterno em uma idade muito precoce, estudou medicina em diversas cidades europeias e percorreu grande parte do continente até que, acometido por uma série de tragédias pessoais, emigrou para o Egito em 1829.

No Egito, Ferlini protagonizou uma busca desesperada por antigos tesouros, que o levaria a destruir mais de 40 pirâmides na tentativa de obter ouro e joias.

Acompanhado por uma equipe de trabalhadores contratados para a missão, o bolonhês demoliu 47 pirâmides na cidade de Meroé, localizada na margem leste do rio Nilo. No entanto, descobriu-se que elas não continham nenhum tipo de tesouro.

Finalmente, Ferlini decidiu realizar sua busca na maior pirâmide da região, que, agora, conforme se sabe, continha os restos da rainha Amani-Xaquéto. Lá, ele encontrou inúmeros objetos de valor que foram transportados em segredo pelo Nilo e arrematados na Europa.

O valor arqueológico das pirâmides destruídas pelo italiano é incalculável.


Fonte: La Brújula Verde

Imagem:  Fabrizio Demartis/Flickr