Todos os horários
CURIOSIDADES

Conheça o experimento real que inspirou a história de Frankenstein

A história do monstro de Frankenstein começou a ganhar popularidade assim que o livro escrito por Mary Shelley foi publicado, em 1818. A criatura que ganhou vida após ter sido feita a partir da junção de diversos cadáveres amedrontou gerações. O que nem todos sabem é que a obra foi inspirada em experimentos reais.

Vídeo relacionado:

Em 1803, um homem chamado George Forster foi enforcado em Londres após ter sido condenado por assassinato. Seu corpo foi então levado para ser dissecado no Royal College of Surgeons, uma universidade de medicina. Além da dissecação, o cadáver foi usado para experiências com o uso de eletricidade. 

Os experimentos foram conduzidos pelo filósofo natural Giovanni Aldini. Ele queria estudar se havia alguma relação entre a eletricidade e os processos vitais. Um jornal da época relatou que ao ser exposto à energia elétrica, a mandíbula do cadáver de Forster começou a tremer, os músculos da face se contorceram e um olho chegou a abrir. Quem assistiu à experiência disse que o corpo parecia estar prestes a voltar à vida.  

Mary Shelley, a autora de Frankenstein, estava familiarizada com essa experiência e outras parecidas que ocorreram na mesma época. O romance conta a história de Victor Frankenstein, um estudante de ciências naturais que constrói um monstro em seu laboratório usando eletricidade e partes corpos humanos. Desde sua publicação, o livro foi adaptado inúmeras vezes para o teatro e cinema.


 Fonte: IFLScience

Imagem: Universal, via Wikimedia Commons