Todos os horários
Ta Na História

Conheça o Chuck Norris brasileiro que lutou pelo Amapá

Por Thiago Gomide do Tá na História

 

Parceria HISTORY, Ta Na História e Catraca Livre

 

Como aconteceu em diferentes momentos e lugares, a definição de onde começa o país de um e termina o país de outro gerou enormes confusões.

Foi assim no Amapá.

Em 1893, com a descoberta de ouro, começou uma corrida desenfreada para uma região do Amapá que fica bem pertinho da Guiana Francesa, então colônia da França.

Rolava muito dinheiro. Vários aventureiros, brasileiros e gringos, foram tentar a sorte por lá.

Isso fez aumentar a violência, gerar revoltas...

Uma pergunta pairava: quem era o dono da região? O Brasil ou a França?

Os brasileiros estavam lá há mais tempo, trabalhando quando tudo era ainda mato.

O fato é que a região se tornou um espaço contestado.

O tratado de 1713 não deixava evidente quem era o dono. Surgiam muitas dúvidas.

Os franceses não reconheciam aquela área sendo brasileira. Os brasileiros não reconheciam aquela área como francesa.

O Governador da Guiana Francesa, sem permissão do Governo francês, resolveu mandar um representante pra fiscalizar a área.

Eugene Voissin chegou chegando, desviando ouro pra Guiana, cobrando impostos, protegendo mineradores franceses...

Aquilo não estava legal. Os brasileiros, em especial, estavam perdendo muito.

Cabralzinho, nesse momento, puxa responsabilidade pra si. Cabralzinho, o Chuck Norris brasileiro, tinha saído do Pará para trabalhar com comércio nessa região do contestado.

Francisco Xavier da Veiga Cabral, o Cabralzinho, e uma turma estavam vendo os negócios afundarem. O Governo brasileiro também estava vendo o barco afundar.

Por isso foi tomada uma atitude: depor o delegado francês e criar uma junta administrativa, a fim de garantir a ordem pública e os interesses nacionais.

Cabralzinho estava nessa, é claro. Era o líder. A constituição do Pará foi adotada.

Você acha que os franceses da Guiana ficaram de braços cruzados?

Ataque ao Cabralzinho.

A tropa francesa, liderada por Lunier, foi prender Cabralzinho.

Bateram na casa de Cabralzinho e rolou aquele famoso “se renda".

Quer saber como ele reagiu? Aperta o play, vai!

Conheça o Chuck Norris do Brasil.

Dica de ouro: aproveite e se inscreva no youtube.com/tanahistoria. Têm muitos outros vídeos sobre personagens e fatos marcantes da história.

Pra entrar em contato, o e-mail é [email protected]


 

THIAGO GOMIDE é jornalista e pesquisador. Foi apresentador e editor do Canal Futura e da MultiRio, ambos dedicados à educação. Escreveu e dirigiu o documentário "O Acre em uma mesa de negociação". Além de ser o responsável pelo conteúdo do Tá na História, atualmente edita e apresenta o programa A Rede, na Rádio Roquette Pinto ( 94,1 FM - RJ). 

A proposta do Tá na História é oferecer conteúdos que promovam conhecimento sobre personagens e fatos históricos, principalmente do Brasil. Tudo isso, claro, com bom humor e muita curiosidade.