SEXO

Competição entre machos é responsável pela preservação das espécies, indica estudo

Uma equipe internacional de cientistas realizou uma pesquisa que pretende responder a uma pergunta simples e complexa ao mesmo tempo: por que o sexo continua sendo a forma privilegiada de reprodução entre os animais, embora seja trabalhoso e perigoso para algumas espécies? E a resposta mostra toda a importância da reprodução através da seleção sexual.

De acordo com o estudo, publicado pela revista Nature, a competição entre machos é a responsável por evitar a extinção e melhorar a saúde das espécies. Através de um experimento realizado com besouros, pôde-se comprovar que a competição reprodutiva favorece a genética dos animais: a seleção funciona como filtro para eliminar mutações genéticas prejudiciais, de tal modo que as espécies podem se livrar delas e se desenvolverem, evitando, em longo prazo, sua extinção. Aí reside a importância dessa briga para ser escolhido, na qual os machos competem para ficar mais atrativos às fêmeas.

Depois de analisar 50 gerações de besouros em laboratório, os cientistas observaram que o grupo com menos variedade de genes eram mais propenso a doenças e à morte, enquanto o outro, no qual havia ocorrido uma seleção sexual mais intensa e com maior competição entre os machos, o estado de saúde geral era sensivelmente superior.

Fonte: ABC 

Crédito Imagem: Chamnong Inthasaro - Shutterstock.com