O REI TUT

Cientistas iniciam restauração inédita de máscara mortuária de Tutancâmon

Segundo declarações feitas pelo governo egípcio, foi iniciado o trabalho de restauração da máscara mortuária do jovem faraó Tutancâmon, um empreendimento que poderá revelar novos segredos - veja fotos no final do texto.

[VEJA TAMBÉM: Conheça os deuses egípcios mais aterrorizantes]

“Desde a sua descoberta, a máscara de Tutancâmon não foi estudada de forma científica e completa, por isso, essa é uma oportunidade de ouro para redescobri-la”, afirmou o codiretor da equipe científica responsável pela restauração, formada por egípcios e alemães. Além disso, ele diz que os estudos da máscara mortuária vão englobar as técnicas utilizadas para sua confecção, os materiais usados, como o ouro, e sua função no plano fúnebre e religioso.

A relíquia foi vítima de maus tratos, em circunstâncias que ainda não foram esclarecidas, e houve uma grande polêmica no ano passado, quando ela foi danificada enquanto era substituída a luminária do Museu Egípcio. Na época, o cavanhaque da máscara se soltou e os responsáveis pelo reparo inexplicavelmente utilizaram resina epóxi para colocá-la novamente em seu lugar, uma verdadeira tragédia segundo os especialistas em restauração.

Desde sua descoberta, feita pelo egiptólogo britânico Howard Carter, em 1922, a máscara funerária de Tutancâmon já foi retirada quatro vezes de sua vitrine.


Fonte e imagens: El país