Todos os horários
MARTE

Cientistas encontram mais indícios que apontam a existência de vida em Marte no passado

A sonda Oppotunity, da NASA, descobriu, recentemente, uma região de Marte que reuniria indícios favoráveis ao desenvolvimento de vida em um passado remoto do planeta, há, aproximadamente, 3,7 bilhões de anos. O achado aconteceu na cratera Endeavour, um buraco de 22 quilômetros de diâmetro que, segundo informações do veículo da NASA, foi inundado por água que tinha em sua composição um PH praticamente neutro e um nível de acidez favorável ao desenvolvimento de vida microbiana.

 
Essas condições podem ter sido alteradas pela queda de um grande objeto do espaço, o que teria criado a cratera e tornado a água extremamente ácida e hostil à vida até mesmo aos organismos mais resistentes. Ou seja, a cratera Endeavour não foi exatamente o local habitável mas, sim, a área onde existiu essa água de PH equilibrado. Sua existência é a prova de que algum evento ocorreu e modificou essas condições para sempre.   
Vista do Spirit nas Colinas Husband de Marte
 
A descoberta faz parte de uma série de outras que indicariam que o Planeta Vermelho pode ter tido um passado com condições favoráveis à vida. Dados obtidos pelo Curiosity indicam uma cratera semelhante no lago Gale. 
 
A sonda Oppotunity é um dos dois veículos exploradores geológicos da NASA que há 10 anos explora o planeta Marte.
 
Veja também
 
 
Fonte: Nasa
 
 
Imagem: NASA (NASA's Mars Exploration Rover: Spirit [1]) [Public domain], via Wikimedia Commons