Dinossauros

Cientistas descobrem nova espécie de dinossauro com proporções iguais às de um Boeing 737

Uma equipe de cientistas descobriu uma nova espécie de dinossauro. O Dreadnoughtus schrani, como eles o denominaram, pesava aproximadamente 60 toneladas e habitava os continentes do hemisfério sul nos últimos 30 milhões de anos da era Mesozoica. Trata-se de um quadrúpede do grupo dos herbívoros conhecido como titanosaurios, cujo comprimento do corpo, de acordo com os cientistas, chegava até 26 metros – dos quais 9 correspondiam somente à sua cauda. No total, o dinossauro gigante pesava 59.300 kg, um número superior à soma do peso de sete tiranossauros Rex, uma dúzia de elefantes africanos, ou um Boeing 737.

Os fósseis foram achados em escavações realizadas no sul da Patagônia, entre 2005 e 2009, mas os resultados oficiais só foram divulgados recentemente. A equipe de cientistas, sob o comando de Kenneth Lacovara, da Universidade de Drexel, já conseguiu analisar 70% dos ossos desenterrados, à exceção da cabeça. Segundo os pesquisadores, o nome Dreadnoughtus schrani, que, em inglês arcaico significa “o que nada teme”, foi cunhado pelo fato desse animal ter o corpo do tamanho de uma casa, o peso de uma manada de elefantes e estar munido de uma imensa cauda para se defender. Ao contrário da maioria dos fósseis de tiranossauros descobertos até hoje, os dessa espécie gigante foram encontrados em um ótimo estado de preservação; por isso, seu estudo oferecerá uma nova visão sobre a morfologia e a história evolutiva dos dinossauros.

Fonte: La Nación