Todos os horários
Aviação

Cientistas acreditam que ossos encontrados em ilha do Pacífico são de Amelia Earhart

Uma pesquisa científica indica que os ossos descobertos em 1940, na ilha de Nikumaroro, no Oceano Pacífico, podem ser de Amelia Earhart, uma mulher importante para a aviação mundial e que desapareceu misteriosamente em julho de 1937, enquanto tentava dar a volta ao mundo pilotando sua própria aeronave.

Vídeo relacionado:

Os ossos foram achados durante uma missão britânica que inicialmente havia localizado um crânio. Após a descoberta, toda a região foi rastreada e outras partes ósseas foram encontradas, além de um sapato, que parecia ser de mulher, uma garrafa de Benedictine e uma caixa de navegação da marinha dos Estados Unidos. 

Em 1941, com a tecnologia da época, os restos ósseos foram atribuídos equivocadamente a uma pessoa do sexo masculino, por isso foi descartada a possibilidade de que pertencessem a Earhart. Na época, acreditava-se que a mulher poderia ter morrido nessa ilha, depois de seu avião cair na água nas proximidades do local.

Agora, 77 anos depois, um novo estudo da Universidade do Tennessee sugere que os restos ósseos da ilha de Nikumaroro de fato pertencem à aviadora Amelia Earhart. Os resultados coincidem com os de outro estudo, realizado pelo Grupo Internacional de Recuperação Histórica da Aviação, que, em 1998, determinou que os ossos correspondiam a uma mulher de ascendência europeia.

Fonte: Time

Imagem: Smithsonian Institution/NASA, via Wikimedia Commons