Todos os horários
evolução

A ciência indica como será o rosto humano no futuro

Os rostos  humanos atuais são o resultado de milhões de anos de evolução. Com o passar do tempo, as expressões mudaram, deixando de ser intimidadoras para se se tornarem mais harmônicas, facilitando a convivência entre indivíduos semelhantes. Em termos faciais, somos a espécie mais expressiva da Terra. Mas como será o rosto do futuro? Alguns especialistas dizem que existem indícios que podem responder a essa pergunta.

Nossos rostos se transformaram bastante desde que a espécie humana apareceu, diferenciando-se das feições de outros primatas com os quais partilhamos um ancestral comum. "A forma básica do rosto humano surgiu há aproximadamente dois milhões de anos e as mudanças que aconteceram desde então acentuaram o encurtamento das feições", disse Erik Trinkaus, professor de Antropologia da Universidade de Washington.

Uma das grandes mudanças está associada ao tamanho do cérebro. Sua evolução permitiu que o formato da face se encurtasse, oferecendo mais possibilidades expressivas, característica importante no desenvolvimento de seres sociais e cooperativos. David Perrett, pesquisador da Universidade de Saint Andrews e autor do livro “In Your Face: The New Science of Human Attraction” diz que a dieta praticada pelos humanos muda constantemente e que isso também afeta o formato do rosto.

Especialistas acreditam que se o crânio humano continuar a evoluir, é possível que haja uma "juvenilização" nas proporções cranianas. Isso levaria a um rosto menor, com órbitas oculares proporcionalmente maiores, um queixo de dimensões menores e uma abóbada craniana mais redonda e desenvolvida. Esse processo é conhecido como "neotenia", que significa atingir o estado adulto mantendo as características juvenis.

Confira abaixo como seria o rosto do futuro:


 Fonte: Clarín

Imagem: Shutterstock.com