reprodução

Ciência adverte: “relógio biológico” também corre para os homens

Um estudo recente, apresentado na última conferência anual da Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva, revelou que os embriões produzidos com o esperma de homens mais velhos se desenvolvem mais lentamente e têm menos chance de chegar a uma gravidez que aqueles concebidos com o sêmen de homens jovens.

Vídeo relacionado:

Os pesquisadores demonstraram que os embriões formados com os espermatozoides de homens de mais de 50 anos alcançam o estágio da blástula, quando o zigoto é implantado no útero, 35% mais lentamente que os embriões fecundados por homens com menos de 35 anos. Eles chegaram a essa conclusão depois de analisar mais de 3.532 embriões coletados de 527 casais em idade reprodutiva.

Além disso, outras pesquisas revelaram que os homens com mais de 55 anos têm uma probabilidade significativamente maior de gerar embriões que apresentarão problemas genéticos, impedindo, em muitos casos, que a gravidez sequer chegue ao seu fim.


Fonte: RT 
Imagem: Shutterstock